Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Embalos

(imagem retirada da net)
 
Quando somos bebés ouvimos canções de embalar que depois cantamos quando somos pais. Quando crescemos acredito que sintamos a falta dos tempos em que éramos embalados numa protecção que nunca conseguiremos colocar por palavras. Quando crescemos e se nos permitirmos dar conta vamos ver que existem aqueles que também nos embalam. Quando crescemos e estamos atentos vamos ver que existem os que nos embalam não com canções mas  com palavras sejam elas faladas ou escritas. 
 
Na verdade existem aqueles que nos embalam pelas vivencias, pela paixão, pelas experiencias e pela certeza com que nos inspiram.
 
Substitua-se, então,  as canções pelas palavras e  tenha-se um dia com sabor a palavras de embalar.

Decisões

(imagem retirada da net)           

 

Por vezes a nossa independência e a nossa forma muito própria de fazermos as coisas choca com a curiosidade e a necessidade que os outros têm de nos entender e analisar. Por vezes a forma segura com que decidimos choca com aqueles que sabem ter uma opinião a dar. Por vezes habituamo-nos tanto a decidir por nós que isso choca os que estão por perto. Por vezes é importante pararmos e perceber onde e como avançamos para o equilíbrio.

 

Por vezes é difícil estabelecermos a fronteira entre o que é nosso e aquilo que é dos outros.

 

Um dia com sabor a decisões, muitas decisões.

Fale-se de Mulheres

 

Não querendo ser sexista nem tão pouco feminista assumo-me como mulher no ser na essência, na maternidade, na vontade e na afirmação. Gosto das mulheres que assumem a sensualidade  e a força que possuem . Gosto das mulheres que o são na entrega, na fantástica natureza feminina e no quase enfeitiçamento com que gerem as lágrimas e os sorrisos. Gosto das mulheres que se assumem assim simplesmente mulheres sem necessidade de vestirem roupas que não lhes servem e vontades que as enfeitam de incongruência.

 

Um dia com sabor a autenticidade, muita autenticidade.

Ausência e Presença

 (imagem retirada da net)

 

A uma ausência de tempo sobrepõe-se uma ausência de afazeres. Alterna-se entre um dormir  profundo e uma letargia diária. E foi assim que se passaram os primeiros dias  de férias onde me permiti descansar naquele descanso merecido e onde o o dormir foi aquilo que alguns designam por sono dos justos.

 

E estando de volta estou a começar a sentir saudades daqueles dias em que a ausencia de afazeres se sobrepunha á ausencia de tempo.

 

Um dia com sabor a preseça, muita presença.

 

Cresce

 

 (imagem retirada da net)

 

Cresce quem se atreve a questionar. Cresce quem se atreve a viajar para um desconhecido onde os países são ideias, as pessoas desafios e os acontecimentos vitorias e derrotas. Cresce quem se entrega a uma vida onde o sorriso é o mote e as lágrimas apenas um desabafo. Cresce quem sonha, quem ama e quem se entrega com paixão. Cresce quem um dia se atreve a faze-lo.

 

Um dia com sabor a crescimento,

Gosto de Lisboa

(imagem retirada da net)
Gosto de Lisboa. Gosto do cheiro, do movimento e da correria. Gosto das fachadas e das calçadas. Gosto da forma como a vida flui. É uma cidade na qual me sinto em casa e que já foi a minha casa. Gosto especialmente do anonimato. Gosto de ser uma parte que contribui para a formação de um todo.
 
Gosto de pertencer a um todo que me fascina e que me recebe sempre como uma anfitriã deve receber os seus convidados. 
 
Um dia com sabor a cidade.

Dias

(imagem retirada da net)

 

Existem aqueles dias em que amanhecemos cedo e onde as expectativas crescem. Existem aqueles dias onde sabemos que nada nem ninguém nos pode parar. Existem aqueles dias em que podemos afirmar que sim, hoje é o dia. Existem dias em que sabemos que vamos ter um dia do "caraças".

 

Um dia com sabor a tamanho do mundo.

Príncipe ou Lobo Mau?

(imagem retirada da net)
 

Procuramos uma vida inteira pelo príncipe encantado. Queremos o homem ideal em todas as situações. Esquecemo-nos de que somos humanos e que nem sempre estamos á altura do que esperam de nós. Desencantamo-nos e transformamos o príncipe em sapo onde o que um dia foram promessas de amor se transformam em coaxares sem sentido.

 

Mas a verdade é que a grande maioria de nós tem uma predilecção pelo lobo mau. Pela irreverencia, pela espontaneidade e por representar o atrevimento, o avanço, o desafio e a liberdade.

 

Se pensarmos bem somos todos uma mistura de príncipes, sapos e lobos. A verdade é que entre o amor do príncipe, a autenticidade do sapo e o atrevimento do lobo está aquilo que mais me fascina: uma pessoa.

 

 

Um dia com sabor a histórias de encantar.

 

 

p.s Os "meninos" tranformem o principe em princesa, o sapo em sapa e o lobo em loba e terão uma mistura explosiva.

 

 

Vento e Mar

 

 

(imagem retirada da net)
 

Interessante como o vento e o mar se complementam. Interessante como se influenciam sem se quererem mudar um outro. Interessante como se ajudam num sussurrar de brisa e num murmurar de marés. O vento desenha ondas no mar, o mar canta canções ao vento. E mesmo nas intempéries unem-se num vai e vem onde o resultado final é a bonança. Depois, recolhem-se os destroços, desenham-se canções de amor na areia  e verifica-se que continuam diferentes numa identidade única.

 

O mar continua o mar. O vento continua o vento. Aceitemos os outros como são, complementem-se os seres numa união sempre diferente numa união sempre única.

 

Um dia com sabor a mar e a vento.

Bestas

 (imagem retirada da net)

 

Hoje enquanto conduzia lembrei-me daquilo que nos impede de caminhar . Hoje, lembrei-me do que nos impede de seguir em frente e que nos faz lamentar muito e agir pouco. Hoje lembrei-me das bestas com que lutamos diariamente e que muitas vezes vencem apenas porque nos recusamos a lutar. Vencem por desistência de um adversário que mais não faz do que se assustar coma  fealdade da besta.

 

Depois, apeteceu-me sorrir porque me lembrei do monstro do filme "A Bela e o Monstro". Abra-se um parêntese para confessar que não só é um dos meus filmes preferidos como me assumo como fã nº1 do monstro. Depois lembrei-me que por detrás de uma besta podem estar grandes surpresas. Depois lembrei-me do que avançamos quando enfrentemos e cuidamos do medo.

 

Transforme-se a besta em oportunidade e tenhamos um dia com sabor a vitória.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D