Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

"Mude as suas opiniões, mantenha os seus princípios. Troque as suas folhas, mantenha as suas raízes." Victor Hugo

 

A aceleração diária impede-nos de reflectir. O dia a dia assoberbado faz com que sejamos constantemente metralhados com conhecimento, frases feitas, verdades e mentiras, descobertas, filosofias, frases feitas sem que tenhamos tempo para pensar sobre aquilo que se passa á nossa volta. E quando me refiro a pensar estou-me a referir a um espírito critico sobre esta ou aquela questão. Engolimos informação sem nos darmos ao trabalho de degustar.

 

Acredito que seja cada vez mais importante parares e reflectires. Reflectires sobre quem és e reflectires sobre o que se passa a tua volta.

 

Mudar de opinião não é sinal de fraqueza mudar de opinião é sinal que te dás ao trabalho de parar,  reflectires e corrigires a direcção. Mudar de opinião é sinal que ouves, pensas e sentes.

Remédio Infalível

Um vendedor ambulante percorria os povoados oferecendo remédio contra coice de burro. Instalou-se numa pracinha, junto à capela, e começou a gritar com aquela habilidade própria dos charlatões:

- Alô, pessoal! Ouvi contar que aqui há muito burro chucro. É só agente passar perto e já vem o coice. Mas tenho aqui um remédio infalível. Querem experimentar?

Os curiosos se juntavam. Então ele mostrava um pacotinho bem fechado, dizendo:

- Cada pacotinho desses contém o remédio. Cura quem levou o coice e previne contra coices futuros. O pacotinho custa apenas ... E dava o preço de um, de dois, de três pacotes, sempre com o desconto de praxe. Mas, cuidado, perde o efeito.

Muitos roceiros compraram o tal remédio. Chegando às suas casas, abriram curiosamente o embrulho e encontraram dentro três metros de barbante e o conselho por escrito:

"Para evitar coice de burro, basta ficar longe do animal numa distância correspondente ao comprimento deste barbante." Desapontados e ludibriados, foram atrás do vendedor para lhe aplicar uma boa surra. Mas o espertalhão já havia sumido da praça.

Clóvis Bovo

Cá por casa

 

Cá por casa sempre que entro numa oficina ou num centro de inspecção o meu cérebro para. Aliás para vos ser sincera sempre que se trata de carros o meu cérebro pára. Excepto quando entro num stand aí o meu cérebro acelera.  Mas dizia eu que em certos ambientes o meu cérebro pára. Mas atenção que é cérebro parado com a consciência de que não está  minimamente interessado em funcionar. Há quem diga que naqueles ambientes me transformo quase num estereotipo de loura burra onde o "barulhito", "aquela coisa" e as "luzinhas" são vocabulário recorrente.

 

Conta-se "cá por casa" que o ultimo "barulhito" eram  pneus tão carecas que já estavam quadrados. Valeram-me os santos todos e um "já está resolvido não está?" para que mais ninguém falasse mais no assunto.

 

Até porque eu continuo assim muito mãe, muito mulher mas sobretudo muito eu mesma.

Ter ideias não basta

 

 

 

Teres ideias não basta. Mas isso ja tu estás farto de saber. Para que a ideia se transforme é necessário que entres em acção. Mas claro está estou a ser um pouquito idiota porque essa conversa estás tu farto de ouvir. Sabes o que te impede de agir? Sabes mesmo?

  

Sabes o que te está a impedir de me escreveres a contar tudo? Então? Quando é que dás o primeiro passo e entras em acção?

 

Um dia acordei e tive uma ideia. Depois a essa ideia adicionei-lhe uma dose de loucura e de vontade. Não questionei sequer o que os outros poderiam pensar ou se alguém iria ligar ao que escrevi. A minha ideia respondia às perguntas que andava a fazer há muito tempo: De que forma posso ajudar mais pessoas? De que forma posso chegar a mais pessoas? De que forma as pessoas podem ser motivadas e inspiradas?

 

Desafiei a Sapo Mulher e aqui estou eu com um consultório de pessoa comum para pessoas comuns. Onde as pessoas podem colocar as questões e serem "treinadas" a serem pessoas felizes e a agirem rumo aos seus sonhos e ás suas conquistas.

 

Um consultório prático onde se fala de assuntos comuns, pessoas comuns e vidas comuns. Partilha, pergunta e dá o mote para a crónica seguinte ( martaleal_lifecoach@sapo.pt). A tua partilha nunca será divulgada, a não ser que assim o desejes,  mas o teu desafio e o teu exemplo podem ser o tema da próxima crónica, até porque as tuas experiencias podem ser a motivação de outros.

 

Por aqui continuo muito mãe, muito mulher e muito eu mesma.

Formação Certificada e-learning

 Forma

As formações em formato e-learning são dadas em parceria com a Webstudy :

Life-Coaching

Todos os formandos que atingirem os objetivos pedagógicos definidos para o curso que frequentaram, obterão um Certificado de Formação Profissional que será emitido através da Plataforma SIGO (GEPE – Ministério da Educação), tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT – Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota do curso na pauta de avaliação final.

 

Coaching parental

Todos os formandos que atingirem os objetivos pedagógicos definidos para o curso que frequentaram, obterão um Certificado de Formação Profissional que será emitido através da Plataforma SIGO (GEPE – Ministério da Educação), tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT – Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota do curso na pauta de avaliação final.

 

Coaching na educação

Todos os formandos que atingirem os objetivos pedagógicos definidos para o curso que frequentaram, obterão um Certificado de Formação Profissional que será emitido através da Plataforma SIGO (GEPE – Ministério da Educação), tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT – Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota do curso na pauta de avaliação final.

 

Pós-Graduação em Coaching

Todos os formandos que atingirem os objetivos pedagógicos definidos para a pós-graduação que frequentaram, obterão um Certificado de Formação Profissional que será emitido através da Plataforma SIGO (GEPE – Ministério da Educação), tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT – Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota da pós-graduação na pauta de avaliação final.

Este certificado é válido para a obtenção de créditos (ECTS), na candidatura a um Mestrado ou Doutoramento, ao abrigo do Tratado de Bolonha (artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho).

 

 

Escrita Livre - Como falas Contigo?

Hoje vamos fazer as coisas de um modo diferente. Hoje vou-te pedir para avaliares a forma como falas contigo. Ao processo de falares contigo mesmo chama-se diálogo interno - aquilo que todos fazemos quando estamos acordados. O conteúdo dessa voz que nos acompanha constantemente é na maioria dos casos inútil. Critica-nos, avalia-nos e boicota-nos constantemente. Hoje proponho-te a "Escrita Livre".

 

Este exercicio vai servir por um lado para te conheceres e perceberes a forma como falas contigo mesmo e por outro lado é um execelente exercicio de limpeza mental. Ideal para momentos de grande confusão, pânico ou pressão.

 

Deixo-te apenas uma da forma de como podes praticar, no entanto, sugiro-te que adaptes o exercício a quem tu és e ao teu contexto.

 

  1. Escolhe um momento do dia em que sabes que vais ficar sozinho e sem perturbação de 10 a 15 minutos;
  2. Pega em Lápis/caneta e em folhas de papel;
  3. Começa a escrever;
  4. Agora que começaste-te não pares nem que escrevas coisas como "não sei o que escrever mais" ou "eu devia estar maluco quando fui na conversa da Marta Leal". Escreve tudo o que te venha á mente, tão rápido quanto conseguires;
  5. Não te censures, mesmo que te pareça muito estranho;
  6. Escreve, Escreve, Escreve - furiosamente;
  7. Para de escrever passados 10 minutos ou quando os pensamentos deixarem de fluir;
  8. Faz um intervalo de 5 minutos e vai fazer outra coisa qualquer;
  9. Volta e lê o que escreveste;
  10. Percebe aquilo que aparece;
  11. Racionaliza os pensamentos;
  12. Destrói as anotações.

Este ultimo passo é muito importante uma vez que é preciso convencer a tua mente que mais ninguém vai ler aquilo que escreveste. Este método funciona melhor quando é feito regularmente.

 

 Bora lá????

 

Na zona de conforto quase tudo é rotina


"Na zona de conforto, quase tudo é rotina, acostumei-me aos mesmos horários todos os dias, aos mesmos locais semana após semana, às mesmas pessoas mês após mês e aceitava as coisas como elas eram.
O conforto quase me reduziu a horas de levantar, deitar, horas de comer, horas de ir trabalhar, horas de ir buscar a filha...começou então o desconforto!
Precisava me sentir viva! Eu sentia que precisava de ajuda!
Foi nesta altura que procurei, ou por outro lado, encontrei a Marta!
A Marta foi e é uma amiga profissional a quem podemos confiar o que sentimos e o que somos, sem qualquer tipo de julgamento. Proporcionou-me um aconselhamento descontraído, soluções muito simples mas muito estratégicas e eficazes, levou-me ao encontro de novas perspectivas de vida e principalmente ajudou-me a reconhecer e aceitar o meu eu.
Obrigada Marta pelas curtas dez sessões que tive o privilégio de usufruir!

Beijinhos!

Paula"

 

Obrigada Paula!

Em tempo de balanço

 

Sinto-me diariamente uma felizarda porque me pagam para fazer o que gosto. Sinto-me uma felizarda porque diariamente cresço e ajudo a crescer. Não se trata de falsas modéstias mas de uma verdade muito minha. Dedico-me horas a fio a avaliar, estudar, procurar, testar e a criar. Gosto de me dedicar ao trabalho como gosto de me dedicar a mim e aos meus.

 

Não sou de regras gosto mais do fluir natural das coisas. Gosto mais de me ir adaptando num dar e receber constantes. No entanto, os novos tempos fazem com que se viva muito depressa. Tão depressa que vivemos numa imensa perda de foco e numa constante quebra de compromisso. Não somos todos, somos apenas alguns.

 

E são esses alguns que me fizeram parar, avaliar e mudar as regras. Deste modo por aqui as consultas, as palestras e os workshops têm novas regras de funcionamento:

 

  • As sessões grátis por skype sem recomendação estão suspensas - aconteceu muitas vezes as pessoas marcarem e faltarem e nunca mais dizerem nada;
  • As sessões grátis por skype com recomendação mantém-se activas;
  • Todas as sessões grátis estão sujeitas a uma lista de espera;
  • Todos os novos clientes estão sujeitos a uma lista de espera e serão considerados mediante o pagamento de uma pré-inscrição;
  • As inscrições em palestras/workshops só serão consideradas mediante um pagamento de uma pré-inscrição definida caso a caso - aconteceu muitas vezes recusar inscrições de quem queria estar e depois ter pessoas a não aparecerem.

Afinal de contas trata-se de respeito por mim, pelo que faço e pela forma como encaro a minha realidade.

 

 "Se fizer o que sempre faz, receberá o que sempre recebeu"Tony Robbins

 

 

 

A coragem de experimentar

Um rei submeteu sua corte à prova para preencher um cargo importante. Um grande número de homens poderosos e sábios reuniu-se ao redor do monarca.

"Ó vós, sábios", disse o rei, "eu tenho um problema e quero ver qual de vós tem condições de resolvê-lo."

Ele conduziu os homens a uma porta enorme, maior do que qualquer outra por eles já vista.

O rei esclareceu: "Aqui vedes a maior e mais pesada porta de meu reino. Quem dentre vós pode abri-la?

"Alguns dos cortesãos simplesmente balançaram a cabeça. Outros, contados entre os sábios, olharam a porta mais de perto, mas reconheceram não ter capacidade de fazê-lo.

Tendo escutado o parecer dos sábios, o restante da corte concordou que o problema era difícil demais para ser resolvido. Somente um único vizir aproximou-se da porta.

Ele examinou-a com os olhos e os dedos, tentou movê-la de muitas maneiras e, finalmente, puxou-a com força. E a porta abriu-se.

Ela tinha estado apenas encostada, não completamente fechada, e as únicas coisas necessárias para abri-la eram a disposição de reconhecer tal fato e a coragem de agir com audácia.

O rei disse: "Tu receberás a posição na corte, pois não confias apenas naquilo que vês ou ouves; tu colocas em ação tuas próprias faculdades e arriscas experimentar."

 

Extraído de: O Mercador e o Papagaio Histórias orientais como ferramentas em psicoterapia Nossrat Peseschkian - Papirus Editora

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D