Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Inspiração e Motivação

1794760_591274837613638_739809749_n.jpg

 

Há momentos que tenho a sensação que vivemos em plena montanha russa. O mundo acelerou tanto que o grau de exigência para connosco é cada vez maior. Queremos estar em tudo e muitas vezes não estamos em nada. Queremos saber tudo mas somos tão metralhados com informação e contra-informação que acabamos por não saber nada. Procuramos seguir regras e esquecemo-nos de que as regras somos nós que as fazemos.

Queres melhorar a tua vida? Os teus relacionamentos? A tua carreira? O teu sorriso? Melhora-te a ti e vais ver que tudo o resto vem por acréscimo:

 

  • Permite-te chorar, esquece a velha crença de que chorar é coisas de meninas ou de gente fraca. As emoções fazem parte de nós e se as rejeitas estás a rejeitar parte de ti;

 

  • Permite-te errar. É do erro que nasce a aprendizagem e só erra quem se ateve a viver;

 

  • Uma vez por semana faz alguma coisa por outro, não interessa se é velhinho, cãozinho ou mesmo gatinho. Não interessa a cor, a raça ou área geográfica onde reside. O que interessa é que estás a fazer alguma coisa por outro;

 

  • Faz sempre por ti e não esperes a validação de todos. Faças o que fizeres, vai haver sempre alguém que não vai gostar;

 

  • Sê tu mesmo. Aceita-te nos defeitos e nas virtudes. Abraça-te nas impossibilidades e nas desilusões e agradece-te por seres quem és.

 

  • Coloca-te no lugar do outro, percebe a história onde vive e talvez percebas a história que vos une.

 

  • Trata o outro sempre como gostavas que te tratassem a ti. Se todos o fizéssemos o mundo estaria muito mais colorido.

 

  • Apaga preocupações e antecipa planos. A única coisa certa que temos nesta vida é a morte e ela não avisa para chegar.

 

  • Ri muito e Ri bem alto. Deixa de te preocupar com o que os outros pensam ou dizem. Eles são apenas outros.

 

  • Abraça especialmente aqueles que não estão á espera de serem abraçados. A reacção é fantástica e a expressão impagável;

 

  • Defende aquilo que te faz sentido mesmo que isso implique defenderes caracóis. Tomar posições a favor é sempre melhor do que estares sempre do contra;

 

  • Come o que te apetece. Tens o direito de escolher o tipo de alimentação com que mais te identificas. O teu organismo agradece e a tua mente também;

 

  • Aceita a imperfeição porque pelo que consta a perfeição não é coisa deste mundo;

 

  • Permite-te viver. E não esperes que te diga como porque isso só a ti diz respeito.

 

  • Acredita em ti. Não te esforces muito acredita apenas.

 

  • Do que escrevi escolhe o que te faz sentido e o que não faz manda fora. A vida é feita de escolhas e deves escolher apenas o que te serve mesmo que tenha sido eu a escrever.

 

Marta Leal

Resiliência

images (17).jpg

 

“Aos 7 anos de idade um pequeno rapaz e a sua família foram forçados a sair de casa. O rapaz teve de trabalhar para sustentar a família. Aos 9 anos a mãe morreu. Quando cresceu queria ser advogado mas não tinha habilitações para isso.

Aos 22 anos perdeu o emprego que tinha como caixeiro num armazém. Aos 23 concorreu a eleições estatais e perdeu. No mesmo ano investiu num negócio que faliu, ficando com uma divida tão grande que levaria 17 anos a pagar. Aos 27 anos teve um esgotamento nervoso.

Dois anos mais tarde concorreu ao cargo de “speaker” nas eleições estaduais e perdeu. Aos 31 foi derrotado quando tentou ser eleito. Aos 35 tinha sido derrotado duas vezes nas eleições para o congresso. Finalmente conseguiu fazer parte do congresso mas aos 39 anos não conseguiu ser reeleito.

Aos 41 o seu filho de 4 anos morreu. Aos 42 não o aceitaram como “prospective land office”. Aos 45 anos concorreu ao Senado e perdeu. Dois anos depois perdeu as eleições á vice-presidência. Aos 49 concorreu ao Senado e perdeu novamente.

Aos 51 foi eleito o Presidente dos Estados Unidos da América.

Este homem chamava-se Abraham Lincoln”

                                                                                                          Autor desconhecido

Toma Cuidado!

thumb.jpg

 

Toma cuidado com os teus pensamentos porque eles tornar-se-ão Palavras.
Toma cuidado com as tuas palavras porque elas tornar-se-ão Ações.
Toma cuidado com as tuas ações porque elas tornar-se-ão Hábitos.
Toma cuidado com os teus hábitos porque eles formarão o teu Caráter.
Toma cuidado com o teu caráter porque ele formará o teu Destino,
                     e o teu destino será a tua Vida…

Dalai Lama

Os Balões

 

thumb.jpg

 

Uma psicóloga numa palestra enquanto falava de como gerir o stress levantou um copo d'água. Todos pensaram que ela ia perguntar "Meio cheio ou meio vazio?". Mas com um sorriso no rosto ela perguntou "Quanto pesa este copo de água?"


As respostas variaram entre 100 e 350g.


Ela respondeu: "O peso absoluto não importa. Depende de quanto tempo você o segura. Se eu segurar durante um minuto, não tem problema.
Se eu segurareste copo durante uma hora, ficarei com uma dor no braço. Se eu segurar durante um dia o meu braço ficará dormente e paralisado. Em todos os casos o peso do copo não mudou, mas quanto mais tempo eu o segurava, mais pesado ele ficava".


Ela continuou:


"O stress e as preocupações da vida são como aquele copo d'água. Se eu pensar sobre eles por um momento nada acontece.  Se eu pensar so sobre eles um pouco mais de tempo e eles começam a magoar. E se eu pensar sobre eles durante o dia todo vou me  sentir paralisada, incapaz de fazer seja o que for".

Então lembre-se de "largar o copo"...

Autor desconhecido

Hercules e a carroça

thumb.jpg

 

Um agricultor conduzia uma carroça muito carregada por uma estrada lamacenta. As rodas afundaram-se na lama e os cavalos não conseguiram desatolar o carro. O agricultor lamentou-se desesperado e implorou a ajuda de Hércules, até que o herói apareceu.

– Se fizer força para tirar as rodas da lama e conduzir bem os cavalos, eu posso ajudar. Mas se  não levantar um dedo para tentar sair do buraco, ninguém – nem mesmo eu – poderei ajudá-lo.

 

O Livro das Virtudes para Crianças
William J. Bennett - Editora Nova Fronteira

Vence

 

Muitas vezes perguntamos porque é que ele consegue e eu não? Porque é que ele chegou onde chegou e eu nem cheguei a partir? Porque é que uns vencem, outros ficam no caminho e outros nem sequer chegam a partir?

 

Tudo isto depende da motivação e da inspiração que precisamos para entrarmos em acção. Acredito que para te tornares um vencedor precises:

 

De Amor:

Fazer por amor em vez de fazeres por dinheiro. Quando se faz por amor os níveis de motivação e inspiração são muito mais elevados do que quando fazes apenas por dinheiro.

 

Faz por amor e o dinheiro vem por acréscimo.

 

De Trabalho:

Trabalha, trabalha e trabalha. Trabalha muito e lembra-te que te deves divertir enquanto o fazes. As pessoas mais bem-sucedidas têm muito prazer naquilo que fazem.

 

De seres o Melhor:

Não basta esforçares-te para seres muito bom. Deves dedicar-te e trabalhares para seres a melhor pessoa na área que queres desenvolver.

 

De muito Foco:

Não percas o foco do que queres. Foca-te nos objectivos e resolve os obstáculos.

 

De Esforço:

Procura diariamente fazer mais e melhor mesmo nos dias em que não te apetecer fazer nada.

 

Serviço ao Outro:

Lembra-te que uma das magias da vida é poderes fazer algo por alguém diariamente.

 

De nuitas Soluções:

Procura, cria, ouve, escuta, lê, vê, inventa, faz ligações e não rejeites nenhuma ideia que tenhas. Faz isto frequentemente.

 

Resiliência:

Combate a derrota, os medos, as falhas e os nãos. Persiste e insiste naquilo que sabes que queres.

 

E como diz Robin Sharma é fácil mas não significa que seja simples.

Tudo pronto para um ano escolar?

 

 

"Fui sem saber bem ao quê e é incrível como ao fim de 10 sessões descobri características minhas que até aqui desconhecia. Passei a valorizar-me em muitos aspetos que desprezava ou ignorava e tomei consciência de potencialidades que tenho em mim, apercebi-me de situações do dia-a-dia que me passavam ao lado, aprendi a lidar com os obstáculos doutra forma, a definir objetivos e a delinear estratégias para os alcançar. Foi muito simples em termos de comunicação com a Marta, que foi sempre uma pessoa muito acessível e bem disposta. Gostei muito de realizar estas 10 sessões, sem dúvida que foram uma grande mais valia para a minha vida e futuro e que progredi em vários aspetos. Aconselho-as vivamente a toda a gente! Marta, obrigada."

Sara Trovão

 

Agora que já compraste os livros, o material e as mochilas novas vais precisar de motivação e inspiração para fazeres deste ano escolar o melhor de sempre.

 

O processo de coaching Escolar tem como objectivos:

 

  1. a definição de uma meta em relação aos estudos;
  2. a identificação dos obstáculos para o cumprimento dessa meta;
  3. levantamento de estratégias comportamentais que precisam ser adquiridas aplicação de um treino específico para cada uma delas, com avaliação periódica dos resultados alcançados.

.

O aluno está no ponto A e pretende chegar no ponto B.

 

Para quem? 5º, 6º 7º, 8º,. 9º,  Ensino Secundário e Ensino Superior.

 

Benefícios:

 

  1. Melhorar os resultados;
  2.  Desenvolver recursos e autonomia;
  3. Aumentar a motivação e a autoconfiança; 
  4. Orientação e organização de estudos – rotina e regras;
  5. Desenvolvimento de técnicas para a aprendizagem;
  6. Mediação escola, família e aluno.

 

Como funciona?

Sessões presenciais e/ou por skype (as sessões são individuais e têm a duração de 50 minutos)

 

Pessoas Comuns - Histórias Inspiradoras

Jill Inman

 

Jill Inman – Antes: Alguém a viver uma vida comum. Agora: Uma pessoa que se encontrou

 

Um navio é muito seguro no porto. Mas ele não foi construído para ficar no porto. Essa frase serve como inspiração para a legenda do blog (e para a vida!) de Jill Inman. Ela resolveu pôr o sonho de dar uma volta ao mundo em prática e nunca mais voltou.

 

Já são 64 países e muitas aventuras contadas no blog http://iquitmyjobtotravel.com/

Pessoas Comuns - Vidas Inspiradoras

 

Matt Kepnes

 

Matt Kepnes – Antes: Um viajante Esporádico. Agora: Um viajante Eterno

 

Em 2005, Matt estava com um amigo na Tailândia quando se cruzou com alguns viajantes num autocarro. Ao ouvir as suas histórias sobre longas viagens, sentiu-se inspirado o suficiente para largar o seu emprego e procurar o seu lugar.

 

Em 2006 deu o primeiro passo e  lançou-se para uma viagem de 1 ano. Já se passaram 8 anos e ele continua a viajar. Já esteve em mais de 70 países e trabalhou em todo tipo de empregos para sustentar esta aventura. Neste momento ajuda pessoas e mostra-lhes que  que viajar não é tão caro como parece.

 

“Passou-me todo o tipo de medo pela minha cabeça, mas estar na estrada ensinou-me que a parte mais difícil é sair pela porta. O resto é fáci”,  diz ele.

 

Se estás a pensar fazer o mesmo pede ajuda ao Matt http://www.nomadicmatt.com/

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D