Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Inspiração e Motivação

1794760_591274837613638_739809749_n.jpg

 

Há momentos que tenho a sensação que vivemos em plena montanha russa. O mundo acelerou tanto que o grau de exigência para connosco é cada vez maior. Queremos estar em tudo e muitas vezes não estamos em nada. Queremos saber tudo mas somos tão metralhados com informação e contra-informação que acabamos por não saber nada. Procuramos seguir regras e esquecemo-nos de que as regras somos nós que as fazemos.

Queres melhorar a tua vida? Os teus relacionamentos? A tua carreira? O teu sorriso? Melhora-te a ti e vais ver que tudo o resto vem por acréscimo:

 

  • Permite-te chorar, esquece a velha crença de que chorar é coisas de meninas ou de gente fraca. As emoções fazem parte de nós e se as rejeitas estás a rejeitar parte de ti;

 

  • Permite-te errar. É do erro que nasce a aprendizagem e só erra quem se ateve a viver;

 

  • Uma vez por semana faz alguma coisa por outro, não interessa se é velhinho, cãozinho ou mesmo gatinho. Não interessa a cor, a raça ou área geográfica onde reside. O que interessa é que estás a fazer alguma coisa por outro;

 

  • Faz sempre por ti e não esperes a validação de todos. Faças o que fizeres, vai haver sempre alguém que não vai gostar;

 

  • Sê tu mesmo. Aceita-te nos defeitos e nas virtudes. Abraça-te nas impossibilidades e nas desilusões e agradece-te por seres quem és.

 

  • Coloca-te no lugar do outro, percebe a história onde vive e talvez percebas a história que vos une.

 

  • Trata o outro sempre como gostavas que te tratassem a ti. Se todos o fizéssemos o mundo estaria muito mais colorido.

 

  • Apaga preocupações e antecipa planos. A única coisa certa que temos nesta vida é a morte e ela não avisa para chegar.

 

  • Ri muito e Ri bem alto. Deixa de te preocupar com o que os outros pensam ou dizem. Eles são apenas outros.

 

  • Abraça especialmente aqueles que não estão á espera de serem abraçados. A reacção é fantástica e a expressão impagável;

 

  • Defende aquilo que te faz sentido mesmo que isso implique defenderes caracóis. Tomar posições a favor é sempre melhor do que estares sempre do contra;

 

  • Come o que te apetece. Tens o direito de escolher o tipo de alimentação com que mais te identificas. O teu organismo agradece e a tua mente também;

 

  • Aceita a imperfeição porque pelo que consta a perfeição não é coisa deste mundo;

 

  • Permite-te viver. E não esperes que te diga como porque isso só a ti diz respeito.

 

  • Acredita em ti. Não te esforces muito acredita apenas.

 

  • Do que escrevi escolhe o que te faz sentido e o que não faz manda fora. A vida é feita de escolhas e deves escolher apenas o que te serve mesmo que tenha sido eu a escrever.

 

Marta Leal