Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Fala-se

Fala-se diariamente de tudo e mais alguma coisa. Uns falam mais outros menos. Sempre assim foi e acredito que sempre assim será. Fala-se muito mas acredito que se partilhe pouco. Fala-se de medos, de desgraças, de terrores e de desamores. Fala-se de um mundo em desgraça, criticam-se escolhas políticas, teme-se muito e teme-se cada vez mais.

 

Acredito que se fale sem se partilhar. Partilham-se muito poucos sentimentos, sonhos e vontades. Partilha-se muito pouco aquilo que sabemos ser. Falha-se na partilha e automaticamente falha-se na cumplicidade.

 

Pessoalmente gosto de uma partilha que se torna cúmplice nos sonhos e nas vontades. Pessoalmente gosto de cumplicidades que nos fazem sorrir e sonhar.

 

Marta Leal