Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Fome

 (Imagem retirada da net)

 

Hoje fale-se de Fome. Não da fome que continua a matar por todo o mundo apenas porque vivemos num planeta onde a riqueza está desequilibrada. Não falemos de fome que faz com que cada vez mais se tomem atitudes desesperadas. Não se fale da fome que deixa uns sem dormir e outros completamente indiferentes. Não se fale da fome que faz com que tantas vezes nos sintamos impotentes.

 

Hoje fale-se da fome de sentimentos, da fome de pessoas, da fome de atenção, da fome de abraços, da fome de sorrisos. Enfim, hoje fale-se da fome daquilo que nos alimenta a alma porque, acredito eu, que só com esta alimentada vamos conseguir alimentar muitos outros corpos.

 

Hoje fale-se da fome que temos daqueles que amamos, da fome que temos daqueles que nos colocam um sorriso no coração, da fome daqueles momentos que nos fazem parar no tempo. Hoje fale-se dos abraços que nos fazem sentir em casa, fale-se dos sorrisos que nos fazem crescer e dos momentos que nos fazem efectivamente viver.

 

Um dia onde a única fome que impere seja a da vontade.

 

Marta Leal