Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Prisão

 

 (imagem retirada da net)

 

Fale-se de prisão. Fale-se de cobrança. Fala-se de chantagem. Fale-se daquilo que mais tarde ou mais cedo todos nos, sem excepção, utilizamos em relação aos outros. Fale-se dos ciúmes, do querer mudar o outro, do querer tornar o outro à nossa imagem. Fale-se dos sentimentos que isso nos traz e traz e fale-se dos desafios que isso nos provoca.

 

Depois pense-se que as pessoas não se prendem. As pessoas não se prendem porque as pessoas não são nossas. Os filhos, os maridos, os amigos são pessoas apenas pessoas com desejos, sonhos, vontades, quereres e viveres muito próprios.  As pessoas não se prendem porque apenas o que é livre e vive a sua essência é feliz. As pessoas não se prendem porque se devem saborear, viver e amar no que são e na sua essência. Porque, afinal, tudo o que se impede de caminhar pede brilho.

 

 

Um dia com sabor a liberdade.

 

Marta Leal