Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Vestida para sorrir

 

 

Gosto de me vestir para sorrir. Gosto de vestir o que me faz sentido não só no corpo mas também nas ideias. Acredito que tal como a roupa deve ser adequada ao corpo que temos,  também as ideias e os conceitos devem ser adaptados ao que somos enquanto pessoas. Gosto de aprender e adaptar a mim, apenas a mim. Cansam-me os formalismos que não me fazem sentido. Prefiro o deixar-me envolver e o deixar-me ir a um "ter de ser"  apenas porque sim.

 

Refiro-me á autenticidade que teimamos em vestir de perfeição quando devíamos vestir de sorrisos. Refiro-me  a quem somos e ao facto de teimarmos ser outros apenas porque nos deixamos ir. Refiro-me aos pezinhos de lã que por vezes insistimos em ter para não incomodar, refiro-me ao que insistimos vestir mesmo que não nos seja confortável.

 

Por aqui insisto num ser e num estar muito proprios.  !!!!!! Choro, rio, acerto, falho, julgo, defendo sempre na procura de uma aprendizagem que me faça sentido. Por aqui permito-me ser humana e insisto em vestir aquilo que me faz sorrir!!! E todos os dias recomeço vestida de uma essencia sentida e de uma "humanidade" permitida.

 

Mas claro este é apenas o meu vestir !!!!!