Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Noticias em forma de Post

Hoje dia 22 de Outubro o mundo gira e lá por fora o papa continua a encantar, nos Estados Unidos os republicanos cedem no limite da divida, o governo Angolano corta parceria estratégica com Portugal, na China um casal vende uma filha para comprar um iphone e Berlusconi prefere serviço comunitário.

 

Cá por dentro  Diogo Infante casa-se com o seu agente, o governo obriga desempregados a devolver dinheiro de subsídios, Sócrates explica a sua fortuna com herança da mãe e como se isso não bastasse ameaça regressar á vida política, o meu Sporting goleou e a Selecção Nacional vai discutir a participação no Brasil no play-off. Sete cidadãos do movimento "Obrigado Troika!", organizam, em Lisboa, uma manifestação de apoio ao FMI. Já estou como o outro, ele há cada maluco!

 

Cá por casa cheguei á conclusão que somos uma família constituída por um núcleo duro e pelos restantes elementos. O núcleo duro são as mulheres os restantes elementos são os homens. Sem se pretender qualquer guerra de sexos cá por casa percebemos que revertemos as tarefas e invertemos as regras. As filhas receberam o diploma de mérito e a mãe babou. O filho decidiu-se por um fim-de-semana na capital e a mãe por um fim-de-semana de trabalho. Cá por casa as próximas novidades já foram contadas ao núcleo duro e aos restantes elementos da família. Ficam por contar aos que me lêem até porque o segredo é alma do negócio. Baralha-se o tempo e baralha-se-me o guarda-roupa, saio de casa com botas com dias de sol e com sapatos abertos em dias de chuva vale-me a descontracção e o encolher de ombros que em caracteriza me situações mais ou menos embaraçosas.

Eu? Continuo assim muito mãe, muito mulher mas sobretudo eu mesma.