Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Hoje a Joana conta-nos como foi

 

"Era uma vez uma menina que aceitou o desafio do coaching por mera curiosidade. Tinham-lhe dito que era uma excelente maneira de, com a ajuda necessária, arranjar estratégias para alcançar certos objetivos na vida. Então porque não experimentar?

 

Ao fim de apenas dez sessões, e muitas reviravoltas na sua pequenina vida, essa menina descobriu que cresceu muito, e que agora é uma mulher cheia de garra e força para enfrentar os seus medos e os obstáculos que por vezes querem chatear. Essa menina foi também descobrindo que aquelas sessões a ajudaram a tomar muitas decisões importantes e que aconteceram coisas fantásticas como consequência disso.

Mas mais importante de tudo, essa menina ganhou uma amiga muito especial, porque Marta, é isso que tu és. Nunca considerei que estivesse a ser, de alguma forma, avaliada ou questionada. Para mim o coaching foi como uma conversa descontraída, na qual se partilham experiências, ri-se, chora-se e faz-se um trabalho interno muito profundo e quase de forma inconsciente.

Martinha, estás a fazer um trabalho maravilhoso e dou-te toda a força para continuares. Devo-te muito. Obrigada por tudo, de coração!" Joana Amado de Sousa.

 

Obrigada Joana!

 

Encare-se os desafios  de frente e entenda-se que apenas servem para encontrarmos soluções e crescermos numa vida que nada mais é do que um caminho para a aprendizagem e para o cumprir de uma missão nossa, só nossa.

 

Quando aceitarmos os desafios como degraus para atingirmos aquilo que tanto ansiamos vamos sorrir-lhes em vez de nos lamentarmos.

 

Faz como a Joana e simplesmente atreve-te! 

As duas sementes

"Na primavera, uma jovem senhora semeou o seu jardim.

Duas sementes acabaram sendo enterradas uma ao lado da outra.

A primeira semente disse para segunda:

— Pensa como será divertido, vamos crescer nossas raízes fundo no solo e quando elas estiverem fortes, nós vamos brotar da terra e nos tornar lindas flores para todo mundo ver e admirar !

A segunda semente ouviu mas estava preocupada.

— Isso parece legal, ela disse, mas a terra não está muito fria? Eu estou com medo de estender minhas raízes nela. E se alguma coisa der errado e eu não me tornar muito bonita ? Então a senhora pode não gostar de mim, eu estou com medo.

A primeira semente, no entanto, não estava intimidada.

Ela empurrou suas raízes para baixo na terra e começou a crescer.

Quando suas raízes estavam fortes o suficiente, ela emergiu do solo como uma linda flor.

A senhora inclinou-se cuidadosamente para ela e orgulhosamente mostrou a flor perfumada para todos os seus amigos.

Mas enquanto isso a outra semente permanecia dormente.

— "Vamos lá", a flor dizia todo o dia para a sua amiga, está quente e maravilhoso aqui em cima, no sol!

A segunda semente estava muito impressionada, mas permanecia amedrontada e com insegurança empurrou uma raiz no solo.

— "Ai", ela disse. Essa terra ainda está ainda muito fria e dura pra mim. Eu não gosto dela. Eu prefiro ficar aqui na minha própria concha onde estou segura e confortável. Há muito tempo par se tornar uma flor.

Nada que a primeira semente dissesse mudava a mente da segunda.

Então, um dia quando a senhora estava fora um pássaro faminto voou no jardim, ele ciscava o solo procurando algo para comer.

A segunda semente que estava logo abaixo da superfície estava com muito medo de ser comida.

Mas aquele era seu dia de sorte.

Um gato pulou do peitoril da janela e espantou o pássaro.

A semente suspirou de alívio !

E neste momento tomou uma importante decisão :

— É uma tolice desperdiçar meu curto tempo aqui na terra, ela disse.

Eu vou seguir as minhas esperanças e sonhos de mudança em vez de meus medos. Então, sem outro pensamento, a segunda semente começou a espalhar as suas raízes e também cresceu e se tornou uma linda flor."

Autor: Desconhecido