Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Cá por casa

 

Cá por casa andamos num virote entre letras e palestras. Sucedem-se projectos e parcerias. Aceitam-se as que me fazem sentido colocam-se de lado as que por agora devem ficar paradas.  Acredito cada vez mais que o teu sucesso nasce da tua vontade, do tua dedicação e da tua persistência. Acredito cada vez mais que os teus resultados são proporcionais ao tempo que lhes dedicas.

 

Conhecermo-nos a nós mesmos é meio caminho andado para conseguirmos lidar com as nossas fraquezas. Cá por casa a resistência á mudança no que toca a penteados foi combatida e o resultado foi um penteado completamente diferente. Corta-se o cabelo mas não se corta a diferença aquela que quase toca a irreverência. Recuso-me, recuso-me cada vez mais a encolher os ombros e a fazer que não vejo. Recuso-me a ficar parada perante aquilo que me incomodano que diz respeito a direitos humanos. Acredito. Acredito mesmo que juntos podemos mesmo fazer a diferença.

 

Porque eu continuo assim muito mãe, muito mulher mas sobretudo eu mesma.