Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Se o tempo parasse

untitled.png

 

 

Se o tempo parasse e eu pudesse escolher o que fazer na vida continuaria a ter tempo para os meus filhos, continuaria a dedicar-me á escrita, a inspirar e a motivar os outros para que sorriam mais, evoluam mais,  e sejam aquilo que querem ser.

 

Se o tempo parasse contava-lhes que é possível sermos felizes e que o facto de podermos liderar a nossa vida faz com que se lidere os nossos sonhos. Contava-lhes que acredito que o mundo precisa de união. Que acredito que nos devemos unir e respeitarmo-nos como pessoas e como parte integrante de um universo onde vivemos. Que era importante que nos aceitássemos nas semelhanças mas também nas diferenças.

 

Que era fantástico que se apercebessem que a felicidade está dentro de nós e que  a busca constante lá fora está relacionada com algo a trabalhar cá dentro. Que devemos agradecer diariamente o que somos, o que temos e o que conquistámos. Que ao sorrirmos o mundo sorri. Que está na hora de nos deixarmos de tretas e de avançarmos rumo a uma união da qual depende a sobrevivência do ser humano enquanto espécie.

 

Depois pedia-vos para se aceitarem como são porque só assim vão aceitar os outros na sua essência. Se o tempo parasse e eu pudesse escolher continuava a fazer exactamente aquilo que faço agora.

 

E tu? o que farias se o tempo parasse?

 

Marta Leal