Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Vento e Mar

 

 

(imagem retirada da net)
 

Interessante como o vento e o mar se complementam. Interessante como se influenciam sem se quererem mudar um outro. Interessante como se ajudam num sussurrar de brisa e num murmurar de marés. O vento desenha ondas no mar, o mar canta canções ao vento. E mesmo nas intempéries unem-se num vai e vem onde o resultado final é a bonança. Depois, recolhem-se os destroços, desenham-se canções de amor na areia  e verifica-se que continuam diferentes numa identidade única.

 

O mar continua o mar. O vento continua o vento. Aceitemos os outros como são, complementem-se os seres numa união sempre diferente numa união sempre única.

 

Um dia com sabor a mar e a vento.