Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Escrita

De repente apercebi-me que ao escrever seja o que for sou eu. Sou tanto eu que me deixo levar pelas minhas vivências, pelas minhas lutas interiores , pelas gargalhadas que dei e pelas lágrimas que deixei cair. Escrevo inspirada nos meus e nos que sem serem meus se cruzaram comigo. Escrevo sem me limitar.

 

Escrevo sem me limitar a numero de palavras, discurso eloquente, estruturas, tamanhos ou acordos ortográficos. Escrevo apenas numa criatividade solta de desejos contidos. Alinho-me com aquilo que todos nos devemos alinhar: a minha essência.

 

Marta Leal