Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Cá por casa

 

Cá por casa sempre que entro numa oficina ou num centro de inspecção o meu cérebro para. Aliás para vos ser sincera sempre que se trata de carros o meu cérebro pára. Excepto quando entro num stand aí o meu cérebro acelera.  Mas dizia eu que em certos ambientes o meu cérebro pára. Mas atenção que é cérebro parado com a consciência de que não está  minimamente interessado em funcionar. Há quem diga que naqueles ambientes me transformo quase num estereotipo de loura burra onde o "barulhito", "aquela coisa" e as "luzinhas" são vocabulário recorrente.

 

Conta-se "cá por casa" que o ultimo "barulhito" eram  pneus tão carecas que já estavam quadrados. Valeram-me os santos todos e um "já está resolvido não está?" para que mais ninguém falasse mais no assunto.

 

Até porque eu continuo assim muito mãe, muito mulher mas sobretudo muito eu mesma.