Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Cá por casa

Cá por casa devo confessar que  me  continua a fazer uma certa confusão os supra-sumos da inteligência. Aqueles que tudo sabem e tudo acertam. Os que nunca erram, os que têm certezas absolutas e que nunca mudam de opinião. Aqueles que julgam e impõe como se a continuidade do planeta dependesse disso. Sempre que me cruzo com alguém assim questiono-me sempre se estou a lidar com pessoas ou com autómatos.

 

Gosto. Gosto daquela ar "nojentinho" a olhar para mim quando do alto dos meus saltos e do meu metro e meio digo toda orgulhosa : Eu choro, eu irrito-me, eu falho, eu mudo de opinião e sabes que mais? É por isso que gosto tanto de mim, sou autêntica numa aprendizagem continua e num crescimento diário.

 

Até porque cá por casa continuo assim muito mãe, muito mulher e cada vez mais eu mesma.

 

 

 

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.