Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Tranquilamente imperfeita

 

Exige-se muito nos nossos dias. De um lado são as carreiras perfeitas, medidas perfeitas, atitudes e comportamentos expectáveis. Compete-se no parecer, no estar e no ter, esquecemo-nos frequentemente do ser. Por vezes temos até dificuldade em perceber aquilo que é nosso em oposição aquilo que nos foi imposto.  Perdemo-nos de nós sem sabermos que o fazemos.

 

Perfeição,  sempre em busca de uma perfeição que assume as mais diversas formas. Aos olhos de uns somos perfeitos aos olhos de outros somos imperfeitos. Difícil corresponder a expectativas de todos,  fácil perdermo-nos das nossas. Assuma-se quem somos sem pensarmos naquilo que pretendam que sejamos. 

 

Por aqui continuo tranquilamente imperfeita mas sempre muito mãe, muito mulher e muito eu mesma.

Divas

Fala-se de cinema e lembro-me de divas. Das de ontem e das de hoje. Lembro-me de divas ao mesmo tempo que permito que o meu pensamento voe. Ao permitir que isso aconteça recordo uma conversa recente, onde se falava de heranças genéticas e heranças culturais enquanto seres e enquanto espécie. Evoluem as espécies e evoluem as características de género.

 

O homem está mais emocional e a mulher mais racional. Pacifico, compreensível e fruto de uma sociedade em constante mudança. Até aqui aplaudo de pé e com um sorriso de orelha a orelha. Surge-me contudo uma questão. Acredito que uma questão fruto da idade e da vivencia. 

 

Corremos o risco, enquanto mulheres, de perder os pequenos mimos de recebermos um ramo de flores sem razão aparente, de nos deixarem passar á frente, de nos abrirem a porta de um carro e de nos levarem os sacos? Corremos o risco de deixarmos de ser tratadas como divas?

 

Agora que penso nisso gosto de ser tratada como diva ao mesmo tempo que me assumo como mulher. Gosto de ser mimada ao mesmo tempo que me assumo determinada. Gosto daquilo que penso ser o segredo, equilíbrio no estar e no gostar.

 

Marta Leal

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D