Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Acção para encontrares novos amigos

 

 

Depois de saberes o que queres,  que é que vais fazer para começar?

 

Isto pode ser qualquer coisa desde um telefonema, começar um novo hobby ou atividade, presentear um evento ou perguntar a alguém se quer ir beber um café. E se é uma ideia pela qual já tenhas procrastinado antes, agora é a altura de o fazer… Simplesmente escreve o que vais fazer e sê o mais específico possível!

 

1ªAcção - Algo que possas fazer agora! (Deve estar feita até ao fim do dia)
……………………………………………………………………………………………

2ª Acção
…………………………………………………………………………………………… Quando: ………………………………….

3ªAcção
…………………………………………………………………………………………… Quando: ………………………………….

 

Toda a mudança começa com um pequeno passo. Apenas um pequeno passo!

Fazer novos amigos

Este exercício de Coaching faz-te umas perguntas para te ajudar a descobrir com clareza
1) O que procuras numa amizade;
2) O que é que tu ofereces a uma amizade;
3) Ajuda-te a identificar algumas ideias e ações para encontrares e fazeres potenciais amizades.

 

Responde ás seguintes perguntas:

 

Porque é que ter amigos é importante para mim, neste momento?
Quais são as 3 melhores qualidades que gostarias de encontrar num amigo?

Pensando em bons amigos que tenhas agora, ou que tenhas tido no passado, ao que é que dás mais valor neles?
Quais são os resultados específicos que eu gostaria de atingir ao obter novas amizades?
Quais são as 3 características que o meu “novo amigo” NÃO deve ter?
Quais as qualidades especiais que eu ofereço numa amizade? Como é que eu posso ser um ótimo amigo?
Que atividades ou coisas do género é que eu gosto de fazer com amigos?
Quais poderão ser obstáculos relativos a eu ter amizades de sucesso?
Onde é que posso conhecer potenciais amigos?

 

E então pront@ para fazeres amigos?

Sabes quais são as tuas forças?

 

 

Sabias que as nossas melhores armas de desenvolvimento e crescimento não são as nossas fraquezas – mas as nossas forças?

Então, durante uns momentos pensa nas tuas 3 forças/qualidades preferidas e para cada uma delas, pergunta-te a ti mesmo:

  • Que oportunidades existem para mim?
  • Como é que eu posso usar melhor esta minha qualidade, esta minha força, na minha vida pessoal e/ou no meu  trabalho?
  • Como é que eu posso tornar esta força numa oportunidade?
  • Que ideias é que eu já tive que tenha posto de lado?
  • Onde/Como é que eu posso usar esta força para fazer diferença na minha vida?

Onde/Como é que eu posso mesmo BRILHAR, se eu apenas me deixar ir?

Largar e deixar ir

 

 

Largar ou deixar ir normalmente envolve um pouco de perdão ou aceitação – seja contigo mesmo, com outra pessoa, uma situação ou mesmo algo desconhecido.

 

A aprendizagem e ironia é que independentemente do que seguras, está provavelmente a magoar-te ou a incomodar-te muito mais do que a outra pessoa qualquer. Estas coisas que nós “seguramos” com rancor, raiva e dor perseguem a nossa mente e impedem-nos de ser o melhor que podemos ser.

 

Deixar ir ou largar algo não quer dizer que perdoamos uma situação ou um comportamento, mas sim que iluminamos o nosso caminho. E quando deixamos seja o que for que nos está a incomodar para trás,  libertamo-nos e recuperamos energia que perdíamos a pensar no assunto.

 

Não necessitas de saber como largar algo, simplesmente tens que estar disposto a tal. Não podes alterar o passado, mas podes aprender com ele e mudar o que sentes seguindo em frente.

 

E lembra-te, seja o que for que aches difícil de deixar para trás é provavelmente aquilo que mais necessitas de largar!

INSTRUÇÕES: Enquanto tu podes não desejar fazer algo relativamente a isto de momento, fazer uma lista do que necessitas de largar vai chamar a tua atenção e vais naturalmente começar a largar as coisas que necessitas de deixar para trás. Portanto, escreve na lista abaixo o que estás a guardar para ti mesmo, o que te desacelera, o que te irrita e qualquer coisa que seja obstáculo para o teu caminho até à melhor pessoa que podes ser.

O que tens estado a tolerar?

 

Temos tendência para ser arrastados e pressionados por coisas que, ao longo do tempo, se vão acumulando – e acabamos por desordenar as nossas ideias e consequentemente as nossas vidas.  Estás preparad@ para identificar o que tens estado a tolerar?


De momento, podes escolher entre fazer ou não fazer algo em relação a essas coisas, mas apenas escrevê-las vai-te alertar e vais naturalmente começar a lidar, consertar e resolver aquilo que te tem estado a impedir de evoluir. Por isso, faz uma lista das coisas que tens estado a tolerar em casa e/ou no trabalho, de forma a determinar o que tem estado a desorganizar as tuas ideias e a pará-lo!

 

Exemplos podem ser: Tarefas por cumprir, frustrações, problemas, o comportamento de outras pessoas ou até mesmo o teu, desordem, necessidades desconhecidas, limites ultrapassados, livros/DVDs atrasados, guarda-roupa desatualizado, problemas por resolver ou culpa, falta de exercício, hábitos de alimentação, ser indeciso, adiar coisas, falta de horas de sono, etc.

 

3, 2, 1

 

Começamos?

És um bom comunicador?

 

O auto-conhecimento leva á melhoria e á mestria. Ao fazeres pequenas mudanças podes aumentar a tua eficácia e aumentar as tuas competências como comunicador. Responde ás seguintes perguntas:

  1. Costumas olhar as pessoas nos olhos?
  2. Estás atento á  postura do corpo e ás expressões faciais da pessoa com quem comunicas?
  3. Crias empatia e tentas compreender os sentimentos, pensamentos e acções do outro?
  4. Costumas deixar a pessoa terminar o seu pensamento, mesmo que já saibas o que a pessoa quer dizer?
  5. Costumas fazer perguntas para esclareceres as informações?
  6. Costumas sorrir e acenar com a cabeça para mostrares o teu interesse?
  7. Como te costumas comportar quando não gostas da pessoa que está a falar?
  8. Como te costumas comportar quando não concordas com aquilo que a pessoa está a dizer?
  9. Costumas ignorar as distracções á tua volta
  10. Costumas-te lembrar dos pontos importantes das conversas?
  11. Consegues manter-te neutro?

Agora para melhorares a tua comunicação cria um plano de acção. Depois, para cada pergunta cria um acção. Por exemplo: durante uma semana sempre que falares olha a pessoa nos olhos, na segunda semana olha a pessoa nos olhos mas fica atento á expressão corporal.

 

Escrita Livre - Como falas Contigo?

Hoje vamos fazer as coisas de um modo diferente. Hoje vou-te pedir para avaliares a forma como falas contigo. Ao processo de falares contigo mesmo chama-se diálogo interno - aquilo que todos fazemos quando estamos acordados. O conteúdo dessa voz que nos acompanha constantemente é na maioria dos casos inútil. Critica-nos, avalia-nos e boicota-nos constantemente. Hoje proponho-te a "Escrita Livre".

 

Este exercicio vai servir por um lado para te conheceres e perceberes a forma como falas contigo mesmo e por outro lado é um execelente exercicio de limpeza mental. Ideal para momentos de grande confusão, pânico ou pressão.

 

Deixo-te apenas uma da forma de como podes praticar, no entanto, sugiro-te que adaptes o exercício a quem tu és e ao teu contexto.

 

  1. Escolhe um momento do dia em que sabes que vais ficar sozinho e sem perturbação de 10 a 15 minutos;
  2. Pega em Lápis/caneta e em folhas de papel;
  3. Começa a escrever;
  4. Agora que começaste-te não pares nem que escrevas coisas como "não sei o que escrever mais" ou "eu devia estar maluco quando fui na conversa da Marta Leal". Escreve tudo o que te venha á mente, tão rápido quanto conseguires;
  5. Não te censures, mesmo que te pareça muito estranho;
  6. Escreve, Escreve, Escreve - furiosamente;
  7. Para de escrever passados 10 minutos ou quando os pensamentos deixarem de fluir;
  8. Faz um intervalo de 5 minutos e vai fazer outra coisa qualquer;
  9. Volta e lê o que escreveste;
  10. Percebe aquilo que aparece;
  11. Racionaliza os pensamentos;
  12. Destrói as anotações.

Este ultimo passo é muito importante uma vez que é preciso convencer a tua mente que mais ninguém vai ler aquilo que escreveste. Este método funciona melhor quando é feito regularmente.

 

 Bora lá????

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D