Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Culturas Diferentes, Sorrisos Iguais

Nesta altura do ano apetece-me sempre colocar os saltos altos de lado e fazer-me à estrada. Que é como quem diz fazer-me ao avião que eu cá gosto muito pouco de viajar de carro. Fazer-me ao avião significa na grande maioria dos casos viajar para uma capital europeia e calcorrear ruas horas sem fim. Gosto. Gosto de sentir outras culturas, outros seres e outros estares. Gosto de me sentar e observar, apenas observar.

 

Fala-se de viagens e recordo-me não das que fiz mas das que tenho vontade de fazer. Pudesse eu e a minha vida era passada de aeroporto em aeroporto, de país em país e de experiência em experiência. Gosto. Gosto da forma como somos todos tão iguais e ao mesmo tempo tão diferentes. Gosto do saborear de comidas em tons de arco-íris, gosto do palrear em línguas que não entendo e gosto de sorrisos universais.

 

A única coisa que não gosto é de fazer malas, afastar-me de um roupeiro inteiro para o reduzir  a um trolley. Demasiado doloroso ter que escolher entre peças quando o ideal era levarmos tudo connosco. Afinal de contas nunca sabemos o que nos poderá vir a fazer falta.

 

http://www.laredoute.pt/magazinedetendencias/index.php/culturas-diferentes-sorrisos-iguais/

 

Há quem diga

Sou mulher como tantas outras mulheres. Quarentona, e conhecedora de que a idade é mais do que uma carinha “laroca”, um corpo ideal e horas perdidas em busca de uma perfeição, seja ela interior ou exterior. Sou mãe. Naturalmente mãe. Tão mãe que não me consigo imaginar sem o ser. Gosto dos meus. Gosto dos que fazem parte de mim. Por vezes perco-me nos sentires e perco-me nos decidires.

 

Espanto-me com os desafios. Paro. Hesito, sabendo que a solução é continuar. Por vezes apetece-me fugir. Certa de que a única fuga que existe é enfrentar a realidade. Alio-me à vida e caminho diariamente com um sorriso nos lábios, grata por estar onde estou e líder do que pretendo ser.

 

Há quem diga que a moda está errada, maltrata e nos torna seus escravos. Há quem diga até que quem liga a essas coisas de moda corre certos riscos de perder a intelectualidade e o amor ao próximo. Pois eu aqui afirmo, de uma forma veemente, que é verdade sim senhora. Acreditem que isso quase que me aconteceu. E não foi uma nem duas vezes. A última vez foi quando me tentei enfiar num vestido dois números abaixo daquilo que eu visto. Fui tão maltratada que foi um caso sério para sair de dentro dele, do vestido, entenda-se.

 

 

 

http://www.laredoute.pt/magazinedetendencias/index.php/ha-quem-diga/

 

 

 

 

 

Magazine de Tendências

Apresento-me aos que me desconhecem. E abro uma página de mim aos mais conhecidos. Permitam-me que me apresente. Sou igual a tantos outros e sinto como vocês sentem. Abraço com muita vontade, choro de emoção e sorrio com um prazer enorme. Envolvo-me no que faz sentido, pulo de alegria e festejo como se não existisse amanhã. Choro sabendo que paro quando decidir parar. Caio com a certeza de que tenho força suficiente para me levantar. Levanto-me consciente de que poderei voltar a cair.

 

Sou mãe, sou mulher e sou diferente entre uma igualdade respeitada. Gosto de ser mãe e gosto de ser mulher. Gosto de ser diferente no estar e no sentir. Perco-me nas letras e envolvo-me nas histórias que crio. Brinco com palavras. Gosto de brincar com as palavras. Envolvo-me com os personagens, lidero destinos e derreto-me nas vivências que me atrevo a sonhar. Sou apaixonada pela vida, pelos meus e por tudo a que me proponho fazer. Sou apaixonada pelas letras que nos fazem sentir e sonhar.
De uma forma quase irreverente afirmo que necessitamos de equilíbrio em quem somos, na forma como nos comportamos e naquilo que vestimos. Afirmo que precisamos de equilibrar entre um interior satisfeito e um exterior agradável. Sim! Porque eu até era capaz de sair de casa de pijama mas tinha de ser um pijama com muito estilo.

http://www.laredoute.pt/magazinedetendencias/

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D