Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Cá por casa

Cá por casa devo confessar que  me  continua a fazer uma certa confusão os supra-sumos da inteligência. Aqueles que tudo sabem e tudo acertam. Os que nunca erram, os que têm certezas absolutas e que nunca mudam de opinião. Aqueles que julgam e impõe como se a continuidade do planeta dependesse disso. Sempre que me cruzo com alguém assim questiono-me sempre se estou a lidar com pessoas ou com autómatos.

 

Gosto. Gosto daquela ar "nojentinho" a olhar para mim quando do alto dos meus saltos e do meu metro e meio digo toda orgulhosa : Eu choro, eu irrito-me, eu falho, eu mudo de opinião e sabes que mais? É por isso que gosto tanto de mim, sou autêntica numa aprendizagem continua e num crescimento diário.

 

Até porque cá por casa continuo assim muito mãe, muito mulher e cada vez mais eu mesma.

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Posts recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D