Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Irreverências No Feminino

By Marta Leal

Um céu de sonho

sonho.jpg

 

Mullah Nasrudin sonhou que estava no céu e que tudo a sua volta era muito bonito e fácil. Só encontrava beleza e não precisava de fazer esforço para nada, bastava desejar uma coisa - qualquer coisa - e ela aparecia.

Nasrudin tinha tudo o que queria e estava super satisfeito. Os milagres aconteciam sempre que desejava. Foi bom demais por algum tempo, até que ele começou-se a entediar, deixou de achar graça áquela vida. Foi quando resolveu resolveu procurar algum problema, qualquer situação que lo aborrecesse ou até que o  fizesse ficar deprimido, porque já não suportava mais tanta maravilha.

Não encontrou nada que o perturbasse. Passou a procurar um trabalho para fazer, uma responsabilidade qualquer e não havia nada, porque tudo era perfeito.

No seu sonho Mullah Nasrudin gritou: - Não aguento mais! Estou farto de não fazer nada e de ter tudo! Preferiria estar no inferno!

E uma voz respondeu-lhe:

- E onde é que você pensa que está?

Autor desconhecido

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.